Fim dos cadeados do amor em Paris?

Paris é a cidade do amor. Cenário mais que perfeito para histórias de corações apaixonados, diversos pedidos de casamento e claro, rituais amorosos. Ah, Paris!

casamento pont des arts

Foto by Marília Maciel

 

E falando em ritual amoroso, o mais famoso dele, repetido diariamente por milhares e milhares de pombinhos enamorados, franceses ou estrangeiros, está a ponto de desaparecer. Pois é, os milhares de cadeados, colocados nas grades das pontes do Rio Sena por casais que querem eternizar seu amor começam a ser retirados pela prefeitura. As antigas grades de ferro em que eles era presos estão sendo trocadas por painéis de vidro.

Pont des arts

Foto by Bruno Molina

A primeira ponte a sofrer a transformação foi a Pont des Arts. Nela já foram instalados dois painéis e o terceiro deve ser colocado nos próximos dias. A decisão foi tomada porque, de acordo com as autoridades locais, a moda de pendurar cadeados, além de degradar o patrimônio público, coloca em risco a segurança das pessoas.

Apenas nos últimos meses, mais de 700 mil cadeados foram colocados em várias pontes da cidade e segundo cálculos das autoridades, o peso total dos cadeados só na Pont des Arts pode chegar a 54 toneladas. Em junho, uma de suas grades chegou a cair devido ao peso. Ela continha cerca de 500 quilos de metal, quatro vezes a carga máxima possível.

 

Cadeados do amor vs. “Love Without Locks”

Foi nos anos 2000, mais precisamente em 2008, que a moda de colocar cadeados nas grades para selar o amor do casal e depois jogar a chave no rio Sena surgiu e “contaminou” parisienses e turistas. Diz a lenda que esse costume teria surgido no século 19 em Pecs, na Hungria. Na época, os soldados que iam embora da cidade deixavam como lembrança os cadeados de seus armários.

Em outubro de 2013 tive a oportunidade de deixar o cadeado do meu amor lá. Confesso que foi bastante emocionante.

cadeados do amor

Foto arquivo pessoal

 

Para tentar manter o ritual, mas de uma forma menos agressiva à cidade, a prefeitura de Paris lançou nas redes sociais o “Love Without Locks” (Amor sem cadeados) para estimular os apaixonados a selar sua união com um selfie ao invés de um cadeado. Até um site foi criado para que os casais possam “imortalizar na internet” sua presença na área preferida na cidade.

Até entendo que seja uma questão de segurança, mas acredito que eles poderiam organizar uma operação de limpeza periódica, retirando uma boa quantidade dos cadeados e deixando espaço para novos. Afinal, ninguém fica vigiando seu cadeado (a não ser esse menino que voltou à ponte para retirar um antigo seu e colocar outro no local. Acho que seu coração mudou de dona hehe).

menino retirando cadeado da pont des art

Foto by Marília Maciel

 

A verdade é que é um ritual tão legal que dá pena que as pessoas não poderão mais fazê-lo.

 

Referência:

BCC Brasil

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s