O que fazer em Bruges em 1 dia

viajar

 Oi gente! Demorei, mas voltei! Peço desculpa pela ausência, mas estava tentando entrar na rotina (e no fuso horário também) hehe.

No último post comentei que ia bater perna lá pela Europa e, quem me acompanha no Instagram, viu que o que eu fiz mesmo foi comer muuuuuuuuito por lá! Hahah Quem nunca?! Mas ó, engordei apenas 1 kg! Uhuu! Também, o que andamos por lá não foi brincadeira.

Bom, aos poucos vou compartilhando com vocês tudo sobre lá. E para começar, vou falar de uma cidade que é a coisa mais fofa desse mundo: Bruges, na Bélgica.

Bruges não estava nos nossos planos inicialmente, mas, por conta da parceria com a Rail Europe, tive a felicidade de conseguir passar um dia lá. Digo que foi graças à Rail Europe porque ganhamos os tickets de trem – Sim! (no próximo post conto mais sobre a viagem de trem).

DSCN0874

Foto: Bruno Molina

Bruges é uma cidadezinha encantadora. Apenas 1 hora de trem de Bruxelas e cerca de 3 horas de Paris (que foi de onde partimos). Dá para percorrer tudo a pé, apesar de ter um ônibus fazendo o city tour.  É possível aproveitar a cidade, com tempo e tranquilidade, em um dia. Mas vou confessar, que dá uma vontade de dormir por lá isso dá! É muito romântico!

Bruges tem apenas 120 mil habitantes, e é capital da província de Flandres Ocidental. As construções antigas, erguidas entre os séculos 13-15, deixam o clima ainda mais romântico, sendo destino perfeito para casais apaixonados. É uma verdadeira viagem no tempo.

Segue aí uma listinha de algumas das coisas que é possível fazer  em Bruges em 1 dia:

– Observe os detalhes das casinhas:

Entrar em Bruges parece, realmente, entrar em um cenário de filme antigo. A vida parece ser bem pacata, bem antiga. Contudo, isso é apenas aparência. A vida por lá é agitada, inclusive a noturna. Mas não vou negar que caminhar pelas ruas de pedra é indescritível. Sem contar que você enlouquece com as lojas, principalmente as de chocolate. Hmmmmm!

bruges_bicicleta

Foto: Marília Maciel

– Centro Histórico: Praça do Mercado (Grote Markt)

A Market Square é parada obrigatória. A principal atração turística da cidade é uma das mais belas praças da Europa e o berço do apogeu comercial de Bruges. As casinhas coloridas, lojinhas, restaurantes e charretes deixam a paisagem ainda mais encantadora. No centro, está a estátua de dois heróis nacionais: Jan Breydel e Pieter de Cominc, que lideraram o levante contra os franceses em 1302.

DSCN0862

Foto: Marília Maciel

Lá você vai encontrar também a Torre Belfort, com seus 83 metros de altura, 366 degraus e carrilhão de 47 sinos (datado do século 18). Antigamente, ela era usada como ponte de observação contra o ataque inimigo. Hoje não precisa mais disso, então nós podemos ter uma vista beeeem bonita lá de cima. Custa apenas € 8 hoje e fica aberta diariamente das 09h30 às 17hs.

Torre Belfort

Foto: Marília Maciel

– Tour de barco pelos canais:
Como Bruges é toda cercada por canais, ela também é conhecida como “Veneza do Norte”. Na Idade Média eles eram usados como importante rota de circulação de mercadorias, hoje, barquinhos simpáticos e guias (também bonitos simpáticos) nos levam por um passeio muito legal, que nos permite conhecer a história da cidade e de suas construções de outro ângulo, no caso, de baixo pra cima ou, da água pra terra. Quem curte arquitetura não pode deixar de fazer esse passeio!

Custa € 7,60. Ah, e o guia/barqueiro vai pedir uma gorjeta…

Bruges - Veneza do Norte

Foto: Bruno Molina

Bruges tour de barco

Foto: Marília Maciel

tour de barco Bruges

Foto: Marília Maciel

– Igrejas: Catedral de St Salvatorskathedraal (São Salvador), Basílica Heilige Bloedbasiliek (do Sangue Sagrado)

A Catedral de São Salvador é a principal igreja da cidade. Datada do século 10, sofreu inúmeras reformas e ampliações ao longo dos séculos, incluindo a torre de 99 metros de altura, cuja base é original do século 12. No seu interior é possível se deparar com muitas obras e objetos antigos, como o altar do século 16.

DSCN0849

Basílica do Sangue Sagrado fica na Praça Burg e é famosa pelas peças de arte sacra e vitrais. Construída entre 1134 e 1157, foi promovida a basílica em 1923. Tem duas capelas: na mais nova, em estilo gótico, se encontra o famoso relicário que, segundo a lenda, guarda o sangue de Cristo, colhido por José de Arimatéia.

Eu não cheguei a entrar, mas se puder, entre! 😉

Endereço: Burg 10

Horário de funcionamento: Todos os dias, das 9h30 às 11h50 e das 14hs às 17h50 (fecha às 15h30 entre Outubro e Março)

Se der, conheça também a Igreja Onze Lieve Vrouwekerk (de Nossa Senhora). Ela é simples, mas ainda assim cheia de história e arte. Construída entre os séculos 13-15, tem em seu interior: (1) casa da famosa “Madonna e o Menino”, esculpida por Michelangelo em 1504 (é a única escultura do artista fora da Itália), (2) o quadro “A Crucificação de Cristo”, de Anthony van Dyck, e (3) os túmulos em bronze de Charles I, Duque da Borgonha, e sua filha Mary, mortos em 1477 e 1482, respectivamente.

– Cervejaria “De Halve Maan”:

Para terminar o dia, fizemos um passeio de 45 minutos pela cervejaria “De Halve Maan”, que foi incrível!  Essa é uma cervejaria tradicional e familiar, fundada em 1856. Conhecemos os antigos e tradicionais métodos de fabricação e equipamentos, bem como visitamos o centro de produção atual.  Eles fazem tour em inglês, francês e flamengo. Custo: € 7.

DSCN0952

Tour pela cervejaria // Foto: Marília Maciel

DSCN0958

Essa guia é uma verdadeira figura! // Foto: Marília Maciel

DSCN0965

No topo da cervejaria, aprendendo um pouco mais sobre a história da empresa, do comércio da cidade e dos costumes dos moradores. // Foto: Bruno Molina

No fim do tour ainda tivemos o prazer de experimentar um copo de Brugse Zot, uma Belgian Pale Ale servida na pressão.  Claro que depois de tudo isso não tinha como garantir algumas garrafas na mala, né? Ainda mais que custava só € 5!

DSCN0972

Depois da teoria, hora da prática! 😉

Horários:

De abril a outubro:

Seg – Sex das 11am às 4pm (a cada hora)

Sab das 11am às 5pm (a cada hora)

Dom das 11am às 4pm (a cada hora)

De novembro a março:

Seg – Sex das 11am às 3pm

Sab das 11am às 5pm (a cada hora)

Dom das 11am às 4pm (a cada hora)

Espero que tenham gostado. No próximo post falo da viagem de trem de Paris a Bruges! 😉

Beijo beijo!

Anúncios

5 pensamentos sobre “O que fazer em Bruges em 1 dia

  1. Pingback: Viagem de trem de Paris a Bruges | Entre Balanças e Andanças

  2. Pingback: A nova linha de trem de alta velocidade da França e Espanha | Entre Balanças e Andanças

  3. Olá,
    vou passar o dia em Bruges (28/09) mas tenho que ter cuidado com o horário de volta pois tenho um voo para Veneza as 19:25, não sei ao certo qual o horário q posso sair de Bruges para não perder o voo como também não encontrei uma forma de chegar até o aeroporto de Zaventem. Será que vc poderia me ajudar?

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s